Nova administração do TRT-13 toma posse para o biênio 2023-2024

Na manhã da última segunda-feira (9.01), o Fórum Maximiano de Figueiredo recebeu a solenidade de posse para a nova administração do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (Paraíba). Na ocasião, foram empossados o desembargador Thiago de Oliveira Andrade, como presidente, e a desembargadora Margarida Alves de Araújo Silva, no cargo de vice-presidente e corregedora. Associadas e associados da Amatra-13 estiveram presentes e representaram a instituição na cerimônia.

Finalizando a gestão do biênio 2021-2022, o desembargador Leonardo Trajano discursou sobre gratidão, reiterou o sentimento de dever cumprido e as conquistas do Tribunal no decorrer desses dois últimos anos. “No final da nossa administração, o TRT-13 recebeu o Selo Diamante no Prêmio CNJ de Qualidade. A materialização do Selo Diamante decorreu do trabalho dedicado dos magistrados e magistradas, servidores e servidoras do Tribunal, bem como do sucesso das gestões que antecederam a gestão que se encerra”, afirmou.

Dando seguimento à solenidade, prestou compromisso de posse a nova gestão do TRT-13 representada pelo desembargador Thiago de Oliveira Andrade e a desembargadora Margarida Alves de Araújo Silva.

Discursaram e prestaram homenagens aos novos presidentes o desembargador Ubiratan Delgado, representando a corte do regional, a procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho da Paraíba (MPT-PB), Andressa Ribeiro Coutinho, o presidente da Ordem dos Advogados da Paraíba (OAB-PB), Harrison Targino, e a juíza Nayara Queiroz, presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 13ª Região (Amatra).

Ainda pontuou a importância de desenvolver um olhar humano para a instituição TRT, que é composta por pessoas: “É preciso que se criem políticas de valorização da magistratura, ações destinadas a manutenção da saúde do usuário interno – magistrados, servidores e terceirizados. Abrir espaços de convivência com a sociedade, criar grupos de apoio para dar suporte aos que precisarem, olhar para os pensionistas e aposentados, implantar cuidadorias para gestar pertencimento, motivar e engajar o material humano”, declarou. Finalizou desejando sucesso aos empossados e firmando a consonância da Amatra-13 em estar compromissada com o TRT-13 em produzir trabalho de excelência e qualidade em benefício da sociedade paraibana.

Após as congratulações feitas por representantes institucionais, o presidente Thiago de Oliveira Andrade deu início ao seu primeiro discurso no cargo, para uma gestão que tem por lema “De portas abertas, inclusão e diversidade”. O desembargador rememorou nominalmente vítimas da Covid-19 pertencentes ao quadro de magistrados e servidores do egrégio Tribunal, como forma de homenagear e relembrar as tantas vidas e famílias assoladas pelo vírus gerador da pandemia reconhecida em 2020.

O desembargador Thiago Andrade também ressaltou o compromisso e o dever da justiça com a sociedade com olhar atento às minorias, apontando as responsabilidades do poder judiciário e o sentido do trabalho exercido pelo órgão. “O porquê do tribunal e da justiça do trabalho, portanto, ao meu ver, é a promoção da dignidade humana, o fortalecimento da cidadania, a promoção do trabalho decente e do desenvolvimento sustentável. É enfim mudar o mundo, tornando-o um pouco melhor. Nossa promoção na dignidade humana, no combate ao trabalho infantil, na luta da erradicação do trabalho escravo, na construção de uma justiça antirracista e na busca pela igualdade de gênero, demandam uma atuação proativa, iniciativa e criatividade na ação de magistrados e servidores que transpassam as páginas dos processos eletrônicos”, enfatizou o presidente eleito para o efetivo biênio do TRT da Paraíba.

Na solenidade, foram empossados também os demais membros integrantes da atual gestão. A desembargadora Herminegilda Leite Machado no cargo de diretora da Escola Judicial e Ouvidora da Mulher; o desembargador Eduardo Sérgio de Almeida, como Ouvidor, o desembargador Paulo Maia Filho na ocupação de presidente da Primeira Turma e o desembargador Wolney de Macedo Cordeiro como presidente da Segunda Turma do TRT-13.

Ascom Amatra13